PROJETO FAMÍLIA BELÉM NA REALIZAÇÃO DA CULTURA DO ENCONTRO

O Papa Francisco, desde o início do seu Pontificado, vem trazendo aos seus fiéis um convite: para que trabalhemos pela cultura do encontro, de modo simples e conforme fez Jesus.

Este encontro, do qual o Papa vem exortando, se baseia na maneira como nos sentimos ao encontrar o nosso próximo em estado de vulnerabilidade. Será que estamos agindo igual a Cristo que olhava as necessidades dos pobres e enfermos e sentia compaixão ao ponto de parar tudo o que estivesse fazendo para ir ao encontro deles? Ou será que estamos sentindo uma falsa compaixão que nos impede de aproximar, tocar, dizer e dar o que estiver ao nosso alcance?

Em muitas passagens bíblicas vemos essas duas questões: pessoas que olham o seu próximo com indiferença diante do estado ao qual se encontram e Jesus que se comove com a dor daqueles que choram, trazendo consolo e cura para as vossas almas. Cristo levava o amor, o alimento, a palavra e a cura das enfermidades. Talvez a cura, em si, a gente não consiga levar ao nosso próximo, mas o amor, a palavra, o alimento e o sorriso, sim, isso conseguiremos. Basta que estejamos com o nosso coração aberto para acolher os nossos semelhantes.

E o ponto de partida é sermos encontrados por Cristo e encontrá-Lo. Precisamos fazer, todos os dias, o nosso encontro pessoal com Jesus para que o nosso encontro com o próximo seja gerador de vida. Para que neste encontro com os nossos irmãos partilhemos as maravilhas da experiência do Reino de Deus e nos coloquemos a serviço, a exemplo do nosso Mestre.

Diante disso, o Projeto Família Belém surgiu com o intuito de promover esta cultura que o próprio Jesus realizou e nos deixou como legado. A nossa missão é participarmos dos problemas da sociedade de maneira fecunda para que em cada encontro as pessoas sejam restituídas em sua dignidade enquanto seres humanos, além de buscar transformar a vida dos nossos voluntários que se comprometem com a causa. Todos são incentivados na busca pela transformação interior e pela própria autoeducação para que assim sejam um homem novo em uma nova sociedade.

E se você quer abraçar esta missão de ser um missionário, saiba que no Projeto Família Belém há espaço para todos. Principalmente para aqueles que sentem no coração o desejo de compartilhar histórias, sorrisos, alegrias e até mesmo lágrimas. Por isso, venha fazer parte deste projeto dedicando o seu tempo como voluntário, fazendo uma doação para viabilizar as ações ou rezando por todos os membros para que o nosso sonho de ter uma sede se concretize.

Por: Irmilly Araújo

Referências:

ULLOA, B. A.; GUIMARÃES, A. B. A Cultura do Encontro: Palavras e Gestos em Francisco. Scielo, 2019. Disponível em: http://www.scielo.org.co/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0120-14682019000200009. Acesso em: 26 de out. de 2021.

POR UMA CULTURA DO ENCONTRO / FRANCISCO. Vatican, 2016. Disponível em: https://www.vatican.va/content/francesco/pt/cotidie/2016/documents/papa-francesco-cotidie_20160913_cultura-do-encontro.html. Acesso em: 26 de out. de 2021.

PAPA: CULTURA DO ENCONTRO, BASE PARA UM MUNDO MAIS UNIDO E RECONCILIADO. Vatican News, 2021. Disponível em: https://www.vaticannews.va/pt/papa/news/2021-02/papa-audiencia-instituto-europeu-estudos-internacionais-suecia.html. Acesso em: 26 de out. de 2021.

AUDIÊNCIA: CULTURA DO ENCONTRO É CULTURA DE ALIANÇA QUE CRIA SOLIDARIEDADE. Schoenstatt, 2014. Disponível em https://www.schoenstatt.org/pt/cultura-do-encontro-e-cultura-de-alianca/. Acesso em: 26 de out. de 2021.

PROJETO FAMÍLIA BELÉM: PROMOVENDO A CULTURA DO ENCONTRO. Schoenstatt, 2020. Disponível em https://www.schoenstatt.org/pt/cultura-do-encontro-e-cultura-de-alianca/. Acesso em: 26 de out. de 2021.